Skip to main content
vinhos mais caros do mundo

Você reconhece os 15 vinhos mais caros do mundo?

O prazer de tomar uma taça de vinho chega a ser um ritual para muitas pessoas. Já para outros também é um hábito bem caro. Assim como existem vinhos para todos os gostos, existem também para todos os bolsos. Mas o que faz um vinho ser tão caro?

Por incrível que pareça alguns fatores determinantes do custo de um vinho vão além  da simples qualidade.

O valor da terra onde as uvas foram plantadas, por exemplo, pode interferir no valor final do vinho. Inclusive, esse é o caso da região da Borgonha que carrega no nome das terras o valor do vinho.

Outro fato curioso que pode influenciar o valor do Vinho é o rendimento da Vinha. Quanto menor for a quantidade de uvas que a vinha produz melhor será sua qualidade, tendo em vista que a planta não teve que dividir em maiores quantidades os nutrientes, sendo assim, aquelas poucas uvas que receberam mais alimentos se tornam bem mais fortes e vigorosas.

O preço e a mão de obra

O preço da mão-de-obra, assim como, se a colheita é manual vão influenciar os preços do vinho também. Isso porque se a colheita é manual ela tende a ser mais criteriosa do que se feita por uma máquina.

Por exemplo, um coletor avaliará se o cacho está maduro ou não e se já é possível colhe-lo, já uma máquina colherá tanto o cacho maduro quanto aquele que precisa de mais tempo.

Ou seja, a colheita manual torna o processo mais qualitativo e dependendo da região essa mão-de-obra não é tão barata. Em determinadas regiões da França, por exemplo, ela será bem cara, pois os trabalhadores franceses não irão aceitar os mesmos preços pagos aos trabalhadores em hong kong, por exemplo.

Por fim, a qualidade de produção do vinho também tende a encarecer o produto. Assim, se a bebida for armazenada em uma barrica nova de carvalho francês, com certeza elevará o seu valor.

A tecnologia e todo maquinário para fabricar o vinho influenciam também, apesar dos vinhos artesanais também conquistarem um mercado bem caro,  o mercado tende a puxar o valor do vinho levando em consideração o marketing do rótulo do produto aliado às críticas que a garrafa recebe.

Outro vilão dos preços da bebida dos deuses é a tributação que ele recebe. Em resumo, os impostos com certeza tem parcela exorbitante no motivo pelo qual os preços de alguns vinhos são tão elevados.

os 15 vinhos mais caros do mundo?

Vamos saber um pouco sobre os vinhos mais caros do mundo:

1 – Domaine de la Romanée-Conti Grand Cru, Costa de Nuits, França

Preço médio: U$ 20.234,00

Este é considerado o maior vinho da região da Borgonha, França, feito de uvas pinot noir é reverenciado por enólogos e enófilos em todo o mundo, a fermentação é controlada e envelhecida em carvalho francês novo, é um vinho elegante que se diferencia pela sua coloração rubi, sabores e aromas que encantam.

2 – Domaine Leroy Musigny Grand Cru, Costa de Nuits, França

Preço Médio: U$ 18.928,00

Também da Borgonha, dizem que é de tirar o fôlego, quem sabe um dia eu experimente um pouquinho.

3 -Egon Muller Scharzhofberger Riesling Trockenbeerenauslese, Mosel, Alemanha

Preço Médio: 13.693,00

Dessa vez temos um alemão na lista, esse vinho de acordo com a frase de Jancis Robinson, “o xarope de limão mais extraordinariamente revitalizante com notas florais que duraram minuto após minuto na boca”. sobre a safra de 2003

4 – Domaine georges & christophe roumier musigny grand cru, côte de nuits, frança

Preço Médio: 13.391,00

Conhecido por ser frutado quando jovem com grande potencial de envelhecimento.

5 – Domaine Leflaive Montrachet Grand Cru, Côte de Beaune, França

Preço Médio: 10.695,00

Conhecido pela riqueza e equilíbrio. Também está entre os vinhos mais caros.

6 – JS Terrantez, Madeira, Portugal

Preço Médio: U$ 8.624,00

Um Português de aromas delicados e sabores de laranja e flor caramelizados, frescos, estilosos, delicados no final mas com muita concentração.

7 – Domaine de la Romanée-Conti Montrachet Grand Cru, Côte de Beaune, França.

Preço Médio: U$ 8.004,00

8 – Domaine Leroy Chambertin Grand Cru, Costa de Nuits, França.

Preço Médio: U$ 7.776,00

9 – Leroy Domaine d’Auvenay Grand Cru Chevalier-Montrachet, Côte de Beaune, França

Preço Médio: U$ 6.584,00

Outro vinho francês que está entre os vinhos mais caros do mundo.

10 – Screaming Eagle Sauvignon Blanc, Oakville, USA

Preço Médio: U$ 6.175,00

Vinho encorpado com alto teor de taninos e acidez, vinho do norte do Vale de Napa, o álcool é bem equilibrado, o final é longo, floral, fresco e muito elegante, bom é o que dizem, já que eu nunca provei.

VEJA TAMBÉM: Top 10 vinhos bons e baratos

11 – Domaine Leroy Richebourg Grand Cru, Cote de Nuits, France.

Preço Médio:  U$ 5.800,00

12 – Leroy Domaine d’Auvenay Mazis-Chambertin Grand Cru, Cote de Nuits, France.

Preço Médio: U$ 5.498,00

13 – Domaine du Comte Liger-Belair La Romanee Grand Cru, Cote de Nuits, France 

Preço Médio: U$ 5.359,00

14 – Domaine Leroy Romanee-Saint-Vivant Grand Cru, Cote de Nuits, France.

Preço Médio: U$ 5.272,00

15 – Leroy Domaine d’Auvenay Les Bonnes-Mares Grand Cru, Cote de Nuits, France.

Preço Médio: U$ 5.175,00

Conclusão

É possível ver uma presença dominante dos vinhos franceses na lista dos mais caros do mundo a maioria de Borgonha, a área possui um clima continental caracterizado por invernos frios e verões quentes, os vinhedos são plantados ao leste e sudeste e recebem melhor exposição solar, os vinhedos premier e grand cru são plantados em altitudes entre 800 a 1000 pés.

Uvas Pinot Noir e Chardonnay são consideradas nativas da região da Borgonha e de grande qualidade, a Chardonnay é mais encontrada em vinhedos com concentração de calcário, a Pinot Noir é muito reflexiva e cultivada em solos altamente variáveis o que pode resultar em duas produções durante o ano.

Têm motivos de sobra para esses vinhos serem os mais caros do mundo, sortudo aquele que pode provar e desfrutar de uma taça desses vinhos caros e famosos.

 Será que você será o próximo a experimentar? Tomara.

Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *